OMS faz alerta sobre aumento do consumo abusivo de bebidas alcoólicas no Brasil

Um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgado na última sexta-feira (11/02), alerta para o aumento do uso abusivo de bebidas alcoólicas no Brasil. De acordo com a OMS, podem ser classificados como “uso excessivo” os casos em que são consumidos 60 gramas ou mais de álcool puro, pelo menos uma vez por semana. Levando em consideração pessoas que tenham 15 anos ou idade superior, o estudo revela que, em 2003, entre os brasileiros que bebiam, 32,4% dos homens e 10,1% das mulheres abusaram do consumo de bebidas alcoólicas.

Consumo de álcool puro no Brasil chegou à marca de 6,2 litros por pessoa em 2005

Ainda segundo o relatório da OMS, em todo planeta, 11,5% das pessoas ingerem álcool em excesso em situações semanais. O levantamento mostra ainda que a proporção é de quatro homens para uma mulher. “Homens praticam constantemente um consumo de risco em níveis muito mais elevados do que as mulheres em todas as regiões [do mundo]”, assegura o estudo.

O relatório mostra também que, o consumo de álcool puro no Brasil chegou à marca de 6,2 litros por pessoa em 2005. Por outro lado, a média mundial no mesmo ano ficou em 6,13 litros de álcool per capita. O levantamento apontou que a cerveja, considerada uma preferência nacional entre as bebidas alcoólicas, é a mais consumida entre brasileiros. Logo em seguida, aparecem os destilados e os vinhos.

O documento apresentado pela OMS faz menção à Lei Seca como uma importante política de prevenção e punição ao uso indiscriminado do álcool, evitando em larga escala muitos acidentes de trânsito. De acordo com a Lei, o motorista que consumir uma lata de cerveja ou uma taça de vinho antes de pegar no volante está sujeito à multa, perda da carteira de habilitação e, até mesmo, apreensão do carro. Em caso de ingestão de concentração superior, o motorista responde a crime de trânsito, com pena de prisão de seis meses a três anos.

Lei Seca é citada como importante medida de prevenção e punição ao uso indiscriminado do álcool

Pelo menos 2,5 milhões de pessoas morrem por ano, em todo o mundo, por causa do consumo inadequado de bebidas alcoólicas, segundo o estudo da OMS, que avaliou a ingestão de álcool em 100 países.

No ano passado, uma pesquisa do Ministério da Saúde revelou que aumentou de 16,2% para 18,9% o percentual de brasileiros que declararam ter abusado do álcool, entre 2006 e 2009.

About these ads
Esse post foi publicado em Textos do BH. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s