Gladiador deve ir mesmo para o Grêmio

Apresentação de Kléber, na volta ao Palmeiras, em 2010

A diretoria do Grêmio está otimista em relação a um desfecho positivo das negociações envolvendo o atacante Kléber (Gladiador), do Palmeiras. De acordo com informações do GloboEsporte.com, a proposta pelo atleta do time do Palestra Itália foi aceita. Apesar disso, o acerto só será oficialmente anunciado quando houver a assinatura do contrato.

Segundo o que foi divulgado na mídia esportiva, o Grêmio vai adquirir 50% dos direitos do jogador que, até o momento, pertenciam ao Palmeiras. A outra metade, por sua vez, continuará atrelada ao Cruzeiro. Os valores da transação não foram revelados.

O que se sabe é que o Palmeiras pagou, em 2010, € 3 milhões (cerca de R$ 7,2 milhões, em valores atualizados para o dia de hoje) pelos 50% do passe de Kléber.

Numa primeira tentativa de negociação, ocorrida na semana passada, o tricolor gaúcho não teve sorte, já que sua proposta foi recusada pelo clube paulista. No início das negociações envolvendo os dois times, o Grêmio teria se comprometido em pagar € 2 milhões – o equivalente a cerca de R$ 4,8 milhões.

Entretanto, o Palmeiras exigia mais que o dobro: € 4,5 milhões (R$ 10,8 milhões). Mesmo com a relutância do Palmeiras em diminuir o valor e, por outro lado, a do Grêmio em aumentar, não tardou para que as duas agremiações fechassem o acordo.

O diretor-executivo do Grêmio, Paulo Pelaipe, está na Argentina, onde trata a renovação de contrato do meia Escudero, junto ao Boca Juniors. O presidente do clube gaúcho, Paulo Oldone, que está em Porto Alegre, será o responsável por finalizar a compra dos direitos do jogador com o Palmeiras.

Segundo informações ainda não confirmadas pela Rádio Gaúcha, ainda não confirmadas pelos dirigentes gremistas, Kléber teria visitado o Olímpico nesta quarta (09/11), para realizar os exames físicos. Por telefone, Roberto Frizzo, vice-presidente de futebol do Palmeiras, deu o negócio como “quase certo”.

“A proposta está dentro do que queremos. Mas ainda precisamos acertar algumas coisas antes de consumar o negócio. Havia outros interessados, mas o Grêmio, desde o início, foi quem manifestou maior interesse. Por isso, a prioridade era negociar com o Grêmio”, justificou o dirigente palmeirense.

Anúncios
Esse post foi publicado em Textos do BH. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s