Taxa de juros para pessoa física está em seu menor patamar desde 1995, diz Anefac

A Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac) anunciou que, em dezembro de 2011, a taxa de juros para a pessoa física chegou ao seu menor nível desde 1995 – ano em que a entidade começou a avaliar a situação dos juros no País. De acordo com a Anefac, em média, os brasileiros pagaram uma taxa de juros de 6,58% em dezembro, o que corresponde a 114,8% ao ano. Na comparação com o mês anterior, o índice é 1,35% menor. Em novembro último, a taxa ficou em 6,67% ao mês, totalizando 117,02% ao ano.

Considerando as seis linhas de crédito avaliadas pela associação, quase todas caíram. A única que se manteve estável foi a taxa de cartão de crédito (10,69%). No caso dos juros de cheque especial houve queda de 8,36%. O empréstimo pessoal recuou para 4,39% nos bancos e também caiu em 8,88% nas financeiras. O financiamento de automóveis diminuiu para 2,18% e os juros do comércio fecharam com queda de 5,36%.

Amanhã (17/01), o Copom irá se reunir para avaliar a Selic. Para a maioria dos especialistas, a taxa básica de juros deve cair 0,5%

Na opinião da Anefac, a redução histórica dos juros para a pessoa física tem ligação direta com as medidas do Banco Central e do Ministério da Fazenda que buscaram promover o consumo. Em meio à crise financeira internacional, o Brasil procurou manter-se de pé, rebaixando a taxa básica de juros, a Selic, que desde o segundo semestre vem descendo ladeira abaixo.

Amanhã (17/01), o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central irá se reunir para avaliar a Selic. Para a maioria dos especialistas, o Copom vai tornar a reduzir a taxa básica de juros. Segundo o boletim Focus, publicação do BC com estimativas de analistas financeiros, a taxa deve cair 0,5%. Atualmente, a Selic está em 11% ao ano.

Na explicação dos estudiosos, a diminuição da Selic deverá ser maneira pela qual o governo vai enfrentar o agravamento da crise externa, especialmente no continente europeu, e amenizar as perspectivas sombrias de baixo crescimento econômico em 2012.

Anúncios
Esse post foi publicado em Textos do BH. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s