O intrigante caso da Taça das Bolinhas

O Flamengo divulgou hoje (24/01) uma nota oficial na qual destacou que a 18ª Câmara Cível do Rio de Janeiro negou um recurso do São Paulo referente à polêmica Taça das Bolinhas. A negativa da Justiça carioca diz respeito a uma tentativa do clube paulista de invalidar uma ordem judicial anterior, que determinava que o troféu fosse devolvido à Caixa Econômica Federal, onde ficou guardado durante anos.

Em nota, o Flamengo lembrou ainda que, no entendimento da 18ª Câmara Cível, um novo recurso do São Paulo seria interpretado como ato de má fé. Segundo o comunicado Rubro-Negro, caso o Tricolor opte por recorrer da sentença, este poderá ser alvo de multa. Ao ser procurado pela equipe do GloboEsporte.com, o diretor jurídico do São Paulo, Kalil Rocha Abdalla, afirmou não estar ciente do recurso negado pela Justiça.

Se for considerado o título de 1987, o Flamengo deveria ser reconhecido como o primeiro pentacampeão da história dos Brasileiros. O São Paulo só chegou ao 5º título em 2007

Onde tudo começou…

Para quem não se lembra, a Taça das Bolinhas foi feita para premiar o campeão do Campeonato Brasileiro. De acordo com o regulamento, a posse definitiva do troféu seria do primeiro clube que conquistasse três vezes consecutivas ou cinco vezes intercaladas o Nacional de futebol.

Levando em conta o título de 1987, conquistado pelo Flamengo, o time do Rio deveria ser considerado o primeiro pentacampeão da história dos Brasileiros, já que o São Paulo só chegou ao quinto título no ano de 2007. Em 2008, a equipe seria tricampeã consecutiva. Mesmo com os dois feitos, o Tricolor Paulista chegaria depois do Rubro-Negro.

Para aumentar ainda mais a tensão entre os dois times, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) considerou até o ano passado, o Sport como o único campeão de 1987, fazendo com que a Taça das Bolinhas fosse entregue ao São Paulo – já que, por esta lógica, o Flamengo só se tornaria penta em 2009, ou seja, depois do time paulista.

Entretanto, com a nova determinação da CBF, que, em 2011, resolveu reconhecer o Flamengo – assim como o próprio Sport – como campeão da edição de 87 do Brasileirão, o clube da Gávea resolveu recorrer à Justiça para ser merecedor da Taça das Bolinhas (que, diga-se de passagem, deve ser entregue ao Rubro-Negro).

Diante disso, ficou estabelecido que o troféu deveria ser devolvido à Caixa Econômica Federal. Ainda no ano passado, a mesma CBF – que parece um tanto indecisa (não se sabe se por circunstâncias naturais ou por pressões políticas) – resolveu voltar atrás e reconhecer somente o Sport como o campeão do polêmico campeonato de 87. O Flamengo permanece lutando na Justiça para reverter a decisão.

To be continued…

Anúncios
Esse post foi publicado em Textos do BH. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s