Greve no Rio: Doze bombeiros estão presos em Bangu 1

Segundo informações recentes do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, oito de 11 mandados de prisão emitidos para bombeiros que atuam diretamente na coordenação da greve já foram cumpridos.

Os militares que estão detidos e que, num primeiro momento, foram levados para o Grupamento Especial Prisional (GEP) já estão no Presídio de Segurança Máxima de Bangu 1, para onde também foi levado, na noite da última quarta-feira (08/02), o cabo Benevenuto Daciolo.

Ontem (11/02) pela manhã, 39 guarda-vidas foram detidos por não comparecimento ao serviço no Grupamento Marítimo (GMar), da Barra da Tijuca. Um dia antes (10/02), 123 salva-vidas foram indiciados por faltar o trabalho e, posteriormente, presos administrativamente.

Com as novas prisões, o número de bombeiros militares detidos em Bangu 1 subiu para 12, enquanto 162 guarda-vidas estão em quartéis, cumprindo medida disciplinar.

Mesmo com as prisões, o comando da corporação reafirmou que as 110 unidades operacionais estão em pleno funcionamento, incluindo os postos de salvamento na orla da Barra da Tijuca, onde equipes reservas já foram acionadas.

Anúncios
Esse post foi publicado em Textos do BH. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s