Putin lidera intenções de voto na Rússia e pode ganhar ainda no primeiro turno

Uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira (24/02) na Rússia aponta vitória, ainda no primeiro turno, do premier e candidato à Presidência, Vladimir Putin. O levantamento mostra que o líder do governo russo aparece com dois terços das intenções de voto, posicionando-se assim muito à frente do segundo colocado. Se a tendência verificada na pesquisa se mantiver, Putin conseguirá evitar o segundo turno. As eleições na Rússia ocorrerão no próximo dia 4 de março.

A sondagem realizada pelo maior instituto de pesquisa independente do País, o Lavada Center, trouxe mais tranquilidade a Putin na reta final de campanha. Em algumas amostras colhidas anteriormente Putin aparecia com menos de 50% das intenções de voto, o que não daria a tão esperada vitória no primeiro turno ao premier. A corrida eleitoral russa conta com outros quatro candidatos além de Putin: o comunista Guennadi Ziuganov, o populista Vladimir Zhirinovsky, o social-democrata Sergey Mironov e o multimilionário Mikhail Prokhorov.

Putin trabalha para ganhar eleição no primeiro turno e evitar desgaste com os meios de comunicação

Em uma pesquisa independente realizada por sociólogos do projeto Otkritoe Mnenie (Opinião Aberta, em tradução livre), entre os dias os dias 10 e 19 de fevereiro, Vladimir Putin aparecia com 48% dos votos. A outra fatia se dividia entre os demais presidenciáveis da seguinte forma: Ziuganov (6%), Zhirinovsky e Prokhorov (cerca de 5%), e Mironov (2%).

Numa outra enquete, do Centro de Estudos da Opinião Pública – órgão vinculado ao governo – feita entre 11 e 12 de fevereiro, Putin liderava soberano com 58,6% das intenções de voto.

‘Lei da Mordaça’ inibe linha editorial de jornais russos

Para alguns analistas políticos, o excesso de preocupação da equipe de campanha de Putin de garantir a vitória no primeiro turno está diretamente relacionado aos problemas ocorridos em alguns meios de comunicação.

Um dos exemplos mais destacados é o do jornal Novaya Gazeta, que não está conseguindo pagar os salários dos jornalistas, já que sua fonte financeira, o milionário Alexandr Lebedev, atravessa um período de vacas magras. Ele atribuiu os problemas financeiros a uma campanha de perseguição ao seu banco, o Nazionalny Reservny Bank, submetido a uma inspeção do Banco Central, assim como a processos e investigações dos órgãos de segurança.

Outro caso claro da crise nos veículos de comunicação é o do Grupo Gazprom Media – grupo de meios de comunicação ligado à empresa exportadora de gás e que é proprietário de 66% do jornal Eco, de Moscou – que também passa por sérias dificuldades financeiras. O grupo estaria disposto a demitir dois jornalistas devido ao descontentamento do presidente Dmitri Medvedev e do premier Vladimir Putin com sua linha editorial. Putin já havia reclamado publicamente sobre o Eco, aberto a setores críticos do Kremlin.

Mais um veículo de comunicação que enfrenta, segundo seus responsáveis, sérios problemas de censura política é o canal de televisão Dozh. “Estão empreendendo um ataque pré-eleitoral aos meios de comunicação críticos ao regime. As técnicas são selecionadas e cada um é atacado em seu ponto fraco”, analisou Alexei Simonov, presidente da Fundação Glasnost (Transparência Informativa).

De acordo com algumas fontes jornalísticas, diversos diários jornalísticos estão passando pelo filtro do governo russo. Em algumas ocasiões, as pressões chegam à beira do absurdo, como a tentativa de não divulgar o palavrão que o presidente da Duma (Câmara Baixa da Assembleia Nacional russa), Sergey Naryshkin, soltou em uma acalorada discussão, sem perceber que o microfone estava ligado.

Anúncios
Esse post foi publicado em Textos do BH. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s