Perícia diz que cadeira de jovem morta no Hopi Hari pode ter subido destravada

Segundo dados preliminares da perícia técnica realizada no brinquedo do Hopi Hari – do qual uma adolescente se desprendeu a 25 metros do chão na semana passada – há fortes indícios de que o assento no qual a menina estava partiu do solo destravado. A jovem Gabriela Yukay Nychymura morreu na manhã da última sexta-feira (24/02), após despencar do La Tour Eiffel, no parque localizado em Vinhedo (SP).

Este brinquedo, que funciona como uma espécie de elevador, leva os visitantes a cerca de 70 metros de altura em uma cadeira com trava individual, caindo logo depois, numa simulação de queda livre. No momento da descida, a velocidade pode chegar a nada menos que 94 quilômetros por hora.

De acordo com algumas pessoas que estavam no brinquedo no momento em que Gabriela se desprendeu, apenas a cadeira da adolescente estava com a trava suspensa quando o La Tour chegou ao chão. Por outro lado, os outros dez visitantes do parque que estavam no brinquedo no momento do acidente fizeram a descida sem qualquer tipo de risco.

O perito criminal Nelson Patrocínio da Silva afirmou que, caso o equipamento de segurança estivesse realmente travado no momento da subida, o mesmo não teria como se soltar na queda.

“Pelos testes que realizamos, não teria chance de isso acontecer. Mas só o laudo final vai dizer se, no caso dela, o brinquedo saiu destravado [do chão]”, declarou o perito. “O problema pode estar na liberação do brinquedo antes de subir”, emendou.

Funcionários que operavam o brinquedo La Tour Eiffel no momento do acidente começarão a ser ouvidos nesta terça (28) / Imagem - Folhapress

A perícia técnica, feita na última segunda-feira (27/02), se estendeu por quase três horas. Durante todo o mapeamento do local onde aconteceu a tragédia, os peritos realizaram inspeções no brinquedo, acompanhados pelo delegado Álvaro Santucci Noventa Júnior e pelo promotor Rogério Sanches Cunha.

“A meu ver, há mais chances de ter havido falha humana do que no mecanismo do brinquedo”, comentou o delegado, salientando que ainda é muito cedo para apontar responsáveis.

Para Cunha, houve negligência no caso. “Agora, quem foi negligente e qual foi o grau da negligência só saberemos com o andar da investigação”, ponderou o promotor. Cunha explicou também que tanto a manutenção do La Tour Eiffel quanto a fiscalização e o momento de liberação do aparelho para subida ainda passarão por uma análise mais detalhada.

O Ministério Público está acompanhando o inquérito policial que investiga as causas do acidente e já instaurou um inquérito civil para avaliar a segurança que o parque oferece a seus visitantes.

O Hopi Hari afirmou que está prestando apoio à família da vítima e aos responsáveis pela investigação.

Funcionários do parque irão depor ainda hoje

Nesta terça-feira (28/02) o delegado titular de Vinhedo, Álvaro Santucci começará a colher depoimentos dos funcionários do parque. O engenheiro de manutenção do Hopi Hari, que não teve seu nome divulgado pela Polícia Civil, será o primeiro a prestar esclarecimentos. Logo depois, os funcionários que operavam o aparelho na hora em que a jovem Gabriela caiu também serão ouvidos por Santucci.

Até o momento, o delegado não anunciou em qual horário irá ouvir as pessoas que tiveram envolvimento no caso, por questão de segurança e por causa da comoção que o fato gerou nacionalmente. Ainda nesta semana, de acordo com Santucci, deverão ser ouvidos os pais de Gabriela, Silmara e Armando Hoisatochi da Costa Yukay Nychymura. O delegado já disse que o prazo para o término das investigações, que se encerra dentro de um mês, provavelmente será estendido.

O laudo da morte da jovem aponta que ela sofreu politraumatismo severo, segundo o documento assinado pelo legista Lamartine Pedretti Junior, do Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí. O corpo da adolescente foi enterrado em Guarulhos, no último sábado (25/02).

Com informações da Folha de S. Paulo e do G1

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Textos do BH. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s