Assange revela que vai se candidatar ao Senado australiano em 2013

O fundador do polêmico site WikiLeaks, Julian Assange, afirmou hoje (17/03) em seu perfil no Twitter que tem intenções de concorrer às eleições do Senado australiano, programada para ser realizada em 2013. Por enquanto, Assange cumpre prisão domiciliar no Reino Unido e enfrenta uma briga na Justiça para evitar uma possível extradição para a Suécia – onde responde a processos por prática de crimes sexuais.

“Descobrimos que é possível para Julian Assange concorrer ao Senado australiano enquanto está detido. Julian decidiu se candidatar”, disse a mensagem publicada na conta do WikiLeaks no Twitter.

Segundo o perfil oficial do WikiLeaks no microblog, o estado pelo qual Julian Assange disputará o pleito será informado “no momento adequado”. Ainda de acordo com declarações do Twitter do WikiLeaks, Assange pretende apresentar em breve um candidato para disputar as eleições com a primeira-ministra da Austrália, Julia Gillard, que já fez duras críticas ao WikiLeaks e a ele próprio em diversas ocasiões.

Em 2010, o grupo de Julian Assange se tornou conhecido mundialmente por revelar documentos e imagens comprometedoras – de teor secreto – do exército norte-americano a respeito das guerras do Iraque e do Afeganistão. A atitude provocou a ira de diversos chefes de Estado, especialmente, de autoridades dos EUA.

Anúncios
Esse post foi publicado em Textos do BH. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s