Consumidor terá que arcar com alta do IPI de bebidas

De acordo com informações recentes dos representantes da indústria de bebidas, que se reuniram na semana passada em Brasília, a elevação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) – prevista para o setor – será repassada ao consumidor. O aumento do imposto é uma tentativa do governo de compensar a queda da arrecadação com as desonerações tributárias, presentes na nova versão do plano “Brasil Maior”.  Os empresários da indústria de bebidas afirmaram ainda que investimentos da ordem de R$ 7,9 bilhões podem ser suspensos.

“Em 2011, as indústrias já absorveram parcialmente a alta dos tributos (15%). O setor não tem como absorver mais um aumento de imposto com redução da margem (de lucro). Nossa preocupação é que o eventual repasse da alta tributária tenha efeitos na inflação”, disse Herculano Anghinetti, presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas não Alcoólicas (Abir).

Caminhando na mesma direção do que foi declarado pela Abir, o Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja (Sindcerv) também afirmou que não possui estruturas para absorver o aumento na tributação sem repassá-lo ao consumidor.

Em reportagem recente do jornal O Globo sobre o assunto, os jornalistas Paulo Justus e Martha Beck ressaltaram um aspecto relevante. Eles lembram que, uma das maiores críticas ao governo Dilma é que, a mesma gestão que cobrou maiores investimentos do setor produtivo, há menos de um mês, em reunião com importantes líderes de ramos estratégicos da economia, agora aumenta a carga tributária, engessando uma possível retomada da indústria.

A Abir informou que a carga tributária média do setor de bebidas não alcoólicas é de 38% sobre o faturamento. Partindo deste dado, pode-se inferir que, dos R$ 86 bilhões arrecadados em 2011, R$ 32,6 bilhões se dirigiram para os cofres do governo.

Vale lembrar que, o setor de bebidas frias – representando por cervejas, águas, sucos, refrigerantes e energéticos – também ajudou a turbinar os cofres em 2011. Neste caso, a arrecadação tributária dessas empresas foi aumentada, o que resultou numa elevação de arrecadação de R$ 948 milhões.

Anúncios
Esse post foi publicado em Textos do BH. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s