Rio+20: Bayer ganha prêmio por apoiar construção de edifícios sustentáveis

O Programa EcoComercial Building (ECB), iniciativa em escala global da Bayer MaterialScience para a construção de edifícios sustentáveis, ganhou um importante prêmio na categoria “Melhores Práticas Globais em Construção Verde” no Fórum Global sobre Assentamentos Humanos (GFHS – Global Forum Human Settlements).

A premiação foi realizada na última segunda-feira (18/06), no Rio de Janeiro, durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável – evento ligada à Conferência Rio+20. A cerimônia contou com a participação do Secretário-Geral do Rio+20, Sr. Sha Zukang, além de executivos da gigante alemã.

“A Bayer acredita que o Brasil é um ótimo mercado a ser explorado, já que somos o 4º no mundo em número de construções verdes, com mais de 600 empreendimentos em processo de construção”, disse Fernando Resende, gerente do Programa EcoCommercial Building no Brasil. O programa ECB foi lançado este mês no País.

A premiação na qual a Bayer saiu vencedora foi realizada no dia 18, no Rio de Janeiro, durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável / Imagem: Divulgação

Encabeçada pela multinacional alemã, a iniciativa se baseia em uma rede de parceiros integrada para oferecer ao mercado soluções inovadoras e eficientes na construção de edifícios sustentáveis. Englobando todo o processo construtivo – da análise e planejamento da edificação à utilização de tecnologias de operação dos prédios – a empreitada resulta na minimização do impacto ambiental presente nas edificações, além de gerar empreendimentos economicamente viáveis.

Lançado mundialmente em 2009, o programa garante a construção de prédios adaptados às condições climáticas de qualquer região do planeta operando com volumes reduzidos de consumo de energia e recursos naturais. Para tal, são utilizados materiais e tecnologias que viabilizam o uso de fontes renováveis, o tratamento e reaproveitamento das águas das chuvas, o controle eletrônico da luminosidade e a maior utilização da luz natural, o isolamento térmico mais eficiente e a automação dos sistemas de ar condicionado, além de melhor qualidade do ar interno, com baixas emissões de compostos orgânicos voláteis (COVs), dentre outras soluções.

No Brasil, a Bayer MaterialScience já definiu uma nova plataforma de negócios exclusiva com o objetivo de identificar no mercado regional possíveis parceiros capacitados para desenvolver projetos sustentáveis. Com isso, a Bayer se tornará a líder de uma “cadeia verde”, composta por integrantes de todas as etapas do processo de construção – que vão desde a concepção arquitetônica e construção até a reutilização e descarte dos materiais e recursos.

Ainda para este ano, a multinacional alemã prevê construir o seu quinto edifício ECB no mundo e o primeiro na América Latina – os já existentes estão na Alemanha, Bélgica, Estados Unidos e Índia. O novo edifício sustentável da Bayer será levantado na sede da empresa em São Paulo, no bairro do Socorro, na zona sul da capital paulista.

Previsto para ser lançado no primeiro trimestre de 2013, este edifício terá 600m² e funcionará como espaço de convivência dos 1.800 colaboradores da sede. O projeto tem a assinatura do arquiteto Roberto Loeb e foi desenvolvido, segundo a própria Bayer, com tudo o que há de mais moderno em termos de construções sustentáveis, sem abrir mão da estética e do conforto.

Se comparado com um prédio de mesma proporção, construído nos padrões tradicionais, a edificação consumirá 50% menos energia e economizará 70% de água. Estima-se que o retorno do investimento adicional deverá ocorrer no prazo de 7 a 10 anos.

Sobre a Bayer MaterialScience

Com vendas de € 10,8 bilhões em 2011, a Bayer MaterialScience está entre as maiores empresas de polímeros do mundo. Suas atividades de negócios são focadas na produção de materiais de alta tecnologia e no desenvolvimento de soluções inovadoras para produtos usados no dia a dia. Os principais segmentos atendidos são o automotivo, eletroeletrônicos, construção e as indústrias de lazer e esportes. No final de 2011, a Bayer MaterialScience tinha 30 fábricas, reunindo 14.800 colaboradores em todo o mundo. A Bayer MaterialScience é uma divisão de negócios do Grupo Bayer.

Com informações do Portal Brasil Engenharia

Anúncios
Esse post foi publicado em Textos do BH. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s