Google aposta no mercado de tablets

Os primeiros países a receberem a novidade serão Inglaterra, Canadá, Austrália e Estados Unidos. O principal objetivo da empresa é fazer frente ao iPad, da Apple

O Google lançou na última quarta-feira (27/06) seu primeiro tablete: o Nexus 7. O anúncio foi feito um pouco antes do Google I/O – evento de desenvolvedores de aplicações realizado em São Francisco – por meio de um vídeo promocional. Segundo a companhia, o aparelho será vendido pela loja Google Play por US$ 199 e terá capacidade de armazenar 8 GB.

Os primeiros países a receberem a novidade serão Inglaterra, Canadá, Austrália e Estados Unidos. O principal objetivo da empresa é fazer frente ao iPad, da Apple, no mercado de portáteis em formato prancheta.

O tablet Nexus 7 possui tela de 7 polegadas (sensível ao toque), processador Nvidia quad-core – com quatro núcleos – 1 GB de memória, GPS, conexão Wi-Fi e NFC (tecnologia utilizada para pagamentos móveis). A novidade do Google pesa apenas 340 gramas.

Além de todas as características mencionadas, o tablet conta com câmera frontal embutida de 1,2 megapixels e bateria com autonomia de 8 horas. O produto é desenvolvido pela fabricante taiwanesa Asus.

O dispositivo já virá com o sistema operacional Jelly Bean (jujuba) apresentado durante o evento Google I/O – os nomes dos sistemas operacionais do Google sempre são inspirados em sobremesas. As especulações sobre o tablet do Google foram vazadas há pelo menos duas semanas.

Já se sabe também que, além da versão de 8 GB, haverá um modelo com 16 GB – que deverá ser comercializado pelo valor de US$ 250.

Uma das novidades do aparelho é a disponibilização para usuários do tablet da divisão do Google Play (loja de conteúdos da empresa) voltada para revistas. Denominado Google Play Magazine App, o dispositivo apresentará novas edições de revistas utilizando efeitos 3D, dando a impressão de que as capas estão enfileiradas, bastando um toque para passar para a capa da revista seguinte. Em seu aplicativo para leitura de revistas, o Google Currents, a companhia anunciou que inseriu a opção de traduzir os conteúdos das publicações.

Outra ferramenta apresentada pelo Nexus 7 é o widgetQual é a Música?”. Seu funcionamento se assemelha bastante ao do aplicativo “Shazam”. Assim que detecta uma canção, o recurso identifica o nome dela e direciona o usuário para o Google Play para que o mesmo possa comprar a faixa.

No campo da telefonia, o Google lançou três smartphones “próprios” fabricados em parceria com a HTC e a Samsung: Nexus One, Nexus S e Galaxy Nexus S (conhecido no Brasil como Galaxy X). Apesar de toda a euforia da mídia especializada e dos consumidores, os aparelhos estiveram aquém do esperado nas vendas. Na ocasião, a empresa alegou que o maior objetivo de produzir smartphones próprios era apenas “puxar os mercados de hardware” de telefonia. Ao serem lançados, eles apresentaram características de ponta.

A liderança do mercado norte-americano de tablets continua nas mãos da Apple. De acordo com dados da consultoria comScore, no segmento Android, o líder absoluto é o Amazon Kindle Fire – que responde por 54,4% do mercado. À título de comparação, o portátil da Amazon custa nos Estados Unidos US$ 199, enquanto o iPad mais barato custa US$ 399 (iPad 2 de 16 GB).

 

Fonte: Você S/A

Anúncios
Esse post foi publicado em Textos do BH. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s